olavo de carvalho é mesmo de carvalho

18/05/2009

meu pai me envia este artigo de olavo de carvalho e pede minha opinião:

o capitalismo anticapitalista 

respondo aqui.

olavo de carvalho prescreve como cura para o capitalismo o retorno aos valores tradicionais. em nenhuma linha da sua análise, ele usa o termo tecnologia. é impensável diagnosticar a crise financeira de 2008 sem esmiuçar as mudanças tecnológicas que levaram ao caos dos fluxos digitais de valor. o resultado é que seu texto, e sua análise, está presa ao passado como as raízes de um carvalho estão presas ao chão. ele olha o presente com os olhos do passado, e prescreve uma solução do passado para os problemas do futuro.

nada poderia ser mais míope. 

meu conselho ao senhor olavo de carvalho, que já escreveu coisas muito relevantes e precisas, ao contrário deste seu artigo – é o seguinte:

caríssimo senhor olavo de carvalho: aconselho que comece a navegar o you tube e postar no twitter, aconselho que comece a ler a produção intelectual open source e open access das últimas duas décadas, e se inteirar minimamente das milhares de revoluções por minuto que acontecem no mundo digital da computação móvel e pervasiva. o senhor verá que existem novos valores surgindo, e que a solução não está na tradição. a solução está no desapego à tradição, na criatividade e na originalidade, na liberdade do digital. capital já foi sinônimo de valor. mas hoje o valor real não está mais no capital.

o valor real está na informação. entenda que os tempos são outros.

muitíssimo cordialmente,

renata lemos

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: